Vai viajar? Não esqueça o livro...

Se eu perguntasse agora o que não pode faltar na sua mala de viagem, o que você responderia? Eu te diria um livro. Ou dois. Por mais que eu tenha a certeza de que não conseguirei ler de jeito algum, eu preciso saber que ele está lá me esperando – caso o meu passeio seja um saco, é claro.

Na minha viagem de réveillon, enfiei na cabeça que eu tinha que levar o livro “Crepúsculo”. Comprei e estou gostando, sabia? É um livro bem light – teen -, gostoso de ler. Afinal, já basta a labuta diária pra deixar a cachola funcionando, não é? Ainda não acabei de ler, pq deixei ele um pouco de lado, mas não assisto ao filme antes de finalizá-lo.

Agora livro de vampiro meeeeesmo, aqueles que te deixam com medo de dormir a noite, são os da Anne Rice. A-M-O! Eu trocaria fácil o Edward Cullen por um Lestat.

E você, está lendo o que?

14 comentários:

Ana Barros disse...

Comecei ontem um livro do Sidney Sheldon que minha irmã me deu no Natal de 2004 (what a shame!!), chamado "quem tem medo do escuro"
Parece legal, mas sou suspeita - adoro as histórias dele !

Leonardo Curcino disse...

eu nao costumo gostar de best-sellers, confesso! mas o filme é legalzinho. é bem juvenil, mas é divertido.

mas eu ainda gosto mais dos livros classicos e dos vampiros de verdade! :)

Cristiane disse...

Nossa, Ana, a minha mãe que ama esse autor. Tenho vários livros em casa, mas nunca peguei nenhum pra ler.

Realmente, Leonardo. Vc com certeza já leu Anne Rice. Bárbaro, não?

bjos

Gabi disse...

Olha eu aqui! Brigada pelos parabéns!!! Eu peguei esse livro umas 3 vezes na livraria, mas no final sempre saiu com outro.
Os livros da Marian são ótimos e acho que você vai gostar muito, se for ler comece pelo primeiro, Melancia, alguns dos outros são sequencias com as irmãs da personagem do primeiro.
Bjo

Gisele Moura disse...

Ai to envergonhada Cris, sua mãe deve ser um pouquinho mais velha que eu.Daqui a pouco vc vai me chamar de Tia. Chama ela aí para a gente bater um papo.E na adolescencia eu li tooodos os sidney sheldons publicados entre 1970 a 1992. Começanco pelo o outro lado da meia noite. Vou pegar na biblioteca pública aqui.Que depois das revistas de culinaria meu docinho não deixa entrar mais um folha de papelm para não ocupar espaço...

Chris - da Chria disse...

Cris,

fico lendo livros de arte e tudo que envolve este tema - eu adoro, me inspira e é fundamental para meu trabalho na Chria...
as revistas de arquitetura também me perseguem - não sobra tempo pra outras leituras, e sinto falta...
Valeu a dica!
bjo,bjo
Chris

luciane disse...

Eu leio sempre dois ou tres ao mesmo tempo, agora estou com o Balzac e o Le Goff na cabeceira.
Quando eu viajo levo 3 ou 4 livros mais finos e de edições mais simples. Leio e vou deixando pelo caminho, com meu e-mail anotado. è super legal saber que outras pessoas vão achar e curtir. Além da mala ficar mais leve.
Beijos

Anônimo disse...

Oi Cris não entendi o que vc quis dizer , como se passar por outra pessoa no meu blog ???? Eu sua mãe ????? rsrsrs

Sou mãe sim mais de dois pequeninos , depois me explica melhor

Bjks

Quem comanda disse...

Oi Cris não entendi o que vc quis dizer , como se passar por outra pessoa no meu blog ???? Eu sua mãe ????? rsrsrs

Sou mãe sim mais de dois pequeninos , depois me explica melhor

Bjks

Mandei esse recadinho ai em cima anonimo por engano affff

Sou eu Luciana Nagem

Fernanda disse...

Eu adoooooooooooooro Sidney Sheldon! E adoro tbm Machado de Assis. Mas no momento estou lendo a moreninha. Um clássico! Quem quer ler o crepúsculo é a menina que mora comigo.
Beijocas

Marjory de Oliveira disse...

A mais nova seguidora desse blog hahaha.eu tô terminando de ler 'A confraria' do John Grisham, todos dizem que ele é muito bom nos finais espetaculares hahhah então vamos ver se é tudo isso mesmo!
Já tem vários livros dele que viraram filmes como 'O cliente' que eu amoooooo!
beijos meninas ;*

Ana disse...

Estou lendo (leia-se devorando) "Lua Nova", o segundo da Stephenie Meyer. Não trocaria Edward Cullen por nenhum outro vampiro ou heroi...estou apaixonada! (apesar de nem ter mais idade para me apaixonar por personagens..rs)
:D

Kell disse...

Final de dezembro li o "Para Francisco" da Cris Guerra, que está recomendadíssimo. Apesar da nmaior parte dos textos estar no blog, livro é outra coisa. Adoro papel!
Agora quero ler "O Grande Mentecapto" do Fernando Sabino. Li "O Encontro Marcado" e adorei. Além desse, tenho "Viver pra Contar" do Gabriel Garcia Márquez que está há uns 2 anos me esperando.
Ó vida, ó céus, ó tudo. É a preguiça!

Marcelo Rayel disse...

Bom, confesso que estou meio sem jeito de participar de vosso blog. Primeiro porque me interessei por esse post sobre livro. Até que me deparei com uma coincidência bem coincidente: comentar um post publicado na data do meu aniversário.

Com os Sidney Shelldons rolando, fico meio sem graça de sapecar um Pai Goriot de Balzac ou Barranco de Cegos e Gaibéus de Alves Redol. Então, vou atacar de algo um pouco mais simples e popular, sei lá, Fortaleza Digital do Dan Brown, que é o livro que estou lendo no momento.

Nesse livro o Dan Brown até guarda um pouco do registro comum de sua escrita, um lance meio que roteiro de cinema. Minha professora de tradução para legendagem na CI uma vez disse que o Dan Brown escreve seus textos para virar filme. No Fortaleza Digital a coisa fica mais cinematográfica do que nunca.

Para dizer a verdade, prefiro códigos encriptografados em algoritmos indestrutíveis a saber quem sucederá o Papa. Gosto de um tipo de que surgiu nos EUA na década de 80, chamada literatura cyberpunk. O engraçado é que o grande expoente dessa literatura é um canadense, o William Gibson. Teve um conto dele que virou filme, o Johnny Mnemonic, com o Keanu Reeves. Dele li recentemente Pattern Recognition. Acabei meio que quebrando a cara quando num livraria vi a mesma obra já traduzida, pela Editora Aleph. Paciência...

No mais, minha outra curtição é ler blogs. Tudo de bom... Infinito, tem de tudo. Um grande self service do tamanho da Via Lactea. Não tem mais fim. Para quem gosta de ler, é diversão garantida.