Amar não é fácil

O amor é o sentimento preferido dos poetas, dos compositores, dos autores... é o sentimento preferido dos homens sensíveis, das mulheres desesperadas, dos amantes que querem o calor que o sexo não pode dar. Todos querem amor. Mas, quando ele chega é difícil de aceitar.

Amor idealizado é mais prático de se viver. Ele é um modelo inacessível criado por nós. E fica pairando sobre os relacionamentos potencialmente felizes, tirando a paz que o amor tranquilo traz em detrimento da paixão avassaladora.

Esse post provavelmente vai ficar meio maluco. São 1h13 da manhã, estou com sono e está passando uma série policial na TV. Portanto, nada de fundo romântico para inspirar essas linhas pretensiosas sobre o amor. Algumas pessoas têm dificuldade em aceitar o amor em suas vidas e viver bem com ele. É preciso todo um trabalho mental para não se auto-boicotar e afastar aquele que nos ama com toda a vontade do mundo. Por mais complicado que pareça, ainda vale apostar nele... no amor. Não conheço nenhuma droga, esporte radical ou bem que o dinheiro possa comprar capaz de tirar o ar, preencher o peito e colocar brilho nos olhos de quem está amando. E o amor é assim... se for lindo demais, vira clichê; se não for, não é amor. Vá se acostumando...

3 comentários:

Gra disse...

Você é louca. Só isso que posso dizer.

mafarras disse...

Ai meu Deus, fiquei angustiada lendo esse post... =(

Cristiane disse...

Olha, posso falar? Lborges baba, mas baba muuuitissimo feio por alguém! A ponto de cometer loucuuuuuras...