Unhas pintadas... ou o dia que eu conheci Rosilene

Tem três coisas que muito difíceis na vida de uma mulher: encontrar um cabeleireiro muito bom (e barato), um mecânico de confiança (que não queria nos enganar) e uma manicure que não arranque "chuletas" dos seus dedos. Pois bem. Eu era uma mulher sem manicure. Mas hoje conheci a Rosilene.

Tirei o dia de folga da labuta para adiantar trabalhos da pós (motivo do meu sumiço). Tudo ia bem, quer dizer, quase bem porque estava muito incomodada com o fato de não ter dado tempo de fazer a unha no final de semana (também faço minha própria unha na maioria das vezes, como a Cris). Mas não desisti da idéia. Foi então que sai de casa com meu namorado - que foi doar sangue e, enquanto esperava, assuntei sobre uma manicure. Me indicaram o salão da Rosilene.

Ela estava ocupada quando cheguei, mas foi franca em me dizer: volta daqui a 40 minutos. Quando retornei, ela começou o trabalho e assim, naturalmente, começamos a conversar.

Rosilene vai fazer aniversário amanhã: 27 anos. Me perguntou quanto anos eu tinha e disse que eu parecia mais nova. E de pessoa responsável (não consigo me livrar dessa cara, não tem jeito). Também disse que eu tinha cara de Patrícia ou de Priscila, mais do que de Luciana. Eu ri.

Rosilene me contou que tem SEIS irmãs mulheres. E mais TRÊS irmãos homens. Nasceu em Pernambuco, mas não aguenta ficar lá muito tempo, nem de férias. Ela e a irmã um ano mais velha, Rosangela, moram em São Paula há mais de cinco anos. Rosilene trabalha no salão de beleza da irmã e mora com ela. E com um tio.

Rosilene namora o ex-marido há quatro meses. Me contou que eles ficaram separados por três anos e quando se reencontraram ele pediu para voltar. Mas ela não está muito animada porque o ex-agora-atual não mudou nada, segundo ela. Eles moraram juntos por seis meses depois de casados... e não deu certo. Isso após terem namorado por SETE anos... Eu disse pra ela que, pelo visto, ela não se livra tão cedo da figura...

Rosilene tem uma teoria sobre os homens: os nordestinos são machistas, devo tomar cuidado. O namorado dela sempre reclamava das roupas que ela usava e não queria que ela pintasse as unhas de vermelho. Antes ela cedia, agora ela me disse que ele não fala mais nada... só murmura: "Você tá mudada...".

Rosilene acha que os paulistas são menos machistas. E na cidade dela, que fica há umas 3 horas de Recife, se você passou dos 20 já está para a titia. E segundo ela, só existem dois tipos de homem no Nordeste (principalmente levando em conta dos Pernambucanos): os galinhas e os cornos. Porque quando o homem é muito bonzinho, a mulher deixa ele com chifres, me disse ela. Assim fica difícil, né... respondi.

Peguei o cartão de Rosilene e pretendo voltar. Depois de todo esse papo, olhei para as minhas unhas e elas estavam simplesmente incríveis. Sem dúvida foi a melhor dos últimos tempos. Sorri. Além de ter batido um bom papo, conheci uma manicure ótema e barata (valeu todos os dez reais). Agora me conta se não foi um dia feliz?

Rosilene nem sabe que virou motivo de post neste blog. Também nem sabe que sou jornalista (e curiosa, diga-se de passagem). Mas não deu tempo de falar sobre isso... ficamos somente quarenta minutos conversando. E olha que tinhamos acabado de nos conhecer. Adooooorei!

14 comentários:

Leo disse...

bom, pelo menos agora só falta o cabelereiro e o mecânico, não é?

Interessante, essas estórias de gente simples que vem buscar a vida por aqui. Geralmente enxergam o mundo diferente de nós, até porque vivenciaram outras coisas.

E como eles são práticos. "Ah fulano lá é assim, eu vim pra cá por causa disso, etc"

beijos

A Publicitária disse...

Conseguiu uma manicure e de quebra, achou uma amiga para escutar historias de dar risada e tb para desabafar, pq manicure que é manicure, escuta tuuuuudo...

Gisele Moura disse...

Eu tinha uma cabeleireira, era perfeita mas teve um derrame aos 35 anos e morreu aos 40. Depois foi a manicure, perfeita ia todo fim de semana lá em casa, o marido tomou o dinheiro que ela juntou reformou a casa dele e passou para o nome da filha. E ela teve que ir morar em uma cidade pequenininha em minas, com ele e sem um tostão, morrendo de vergonha de si mesma. Homem é bicho safado, diz ela.

A dica do mecânico:conheça o nome das peças do seu carro e o dia que algum mecânico abrir para mexer mostre a ele que és "inserida automobilística" e encha o saco dele. Pergunte o que ele está fazendo e como está fazendo, por quanto tempo faz, e como vai ficar depois. E sempre diga que se não funcinar direito você vai voltar. Ninguém folga comigo...

Cristiane disse...

Nossa, Gisele, coitadas... Tô passada!

Lu, tá boooom. Pode contar para o pessoal que eu arrumei um freela de manicure e meu nome de labuta é Rosilene... rs

Onde é mesmo que é o salão??

bj

Lucy Lane disse...

Cris, se vc morasse mais perto, minha filha, eu bem que pagava vc de vez em quando...

A minha nova manicas fica na Vila Mariana, um lugar muito caseiro da Zona Sul, com várias lojinhas de coisas baratinhas, heheh.

E Gisele, minha filha, que história dramática a sua hein??? Ave Maria!
Bjs
Lu

Barbara Góes disse...

aiii...
moro em Natal e eh sério isso, q passou dos 20 ficou pra tia...
eu enho 22 e já morro de medo de ficar solteiroona... Pq com 22 nem namorado tenho.. =x

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

fabiana disse...

nossa, não é nem um pouco difícil entender pq este blog está entre os preferidos da Malu!
bjo de Floripa pra vcs, garotas!
adorei!

POPI by Paula disse...

Oi gRÁ!!!!
Pode Memar, e só querer te indico aqui oficialmente para o MEME
Bjus POPI

Lidianne Godoy disse...

Lucy lane... q rua da vila mariana fica a manicure? pq a minha mãe mora lá, e as vezes quando vou pra sampa sempre preciso de uma manicure.
Bjs

leci irene disse...

Bolas, tentei fazer um comentário e não ficou gravado! raios, ainda tenho muito que aprender! mas, tentarei repetir: Gurias!!!!!!!!! (como dizem na minha terra) vcs são genias! Adorei a Rosileine. Estou precisando de uma assim. Eu tinha a Silvia, misto Rosileine com Madre Teresa de Calcutá.. Mas, mudei de endreço.. e fica tão longe! Acho que sou preguiçosa mesmo!
Amei ter encontrado vcs.
Beijos

Vívian Freitas disse...

ai, amo a minha manicure... O nome dela é Sônia, ela vem em casa fazer minah unha. É linda, trabalha bem e achar um horário fixo com ela é difícil... Eu fiquei na fila meses para conseguir...
O meu problema particular é que tenho alergia aesmalte e nunca encontro produtos bons e baratos...
Alguma dica???
bjim...

Rafa disse...

minha irmã é manicure e depiladora e é a verdadeira psicóloga de suas clientes. O povo fica escrevend até e-mail para ela pedindo conselhos!!!! vai entender

Zezel disse...

Eu ainda não aprendi fazer unhas(nem as minhas, nem dos outros) e não tenho paciência de ir ao salão. Resultado: unhas cortadas rentes e só raramente(muito raramente) faço as danadas. Um dos meus projetos a curto prazo é mudar isso. Acho lindo mulher com unha bonita.
Quanto ao machismo, é um dano universal. Mas não tem remédio melhor para um macho metido a besta, que uma mulher macho. Sim senhor!
Beijos
P.S.Adoro o blog!

Lucy Lane disse...

Lidianne, o salão da Rosilene é um beeeeem simplinho que fica na Av. Santa Cruz, um quarteirão depois do metrô, do lado do Colégio Arquidiocesano. Vai lá e fala que mandei lembranças! Agendarei com ela para o próximo sábado, que agora fiquei mal acostumada... hehehe!
Bjos
Lu