Saudades de um dos homens de minha vida

Só agora entendi que a minha vida é feita pelos vários homens que já passaram por ela. Todos eles, a sua maneira, acabaram por delinear quem eu sou hoje. Edson, Sandro, Rafa, Edinho, Ludo, Alex... e Nando.

Estou devendo esse texto ao Nando. Meu mentor, meu querido primo e uma das melhores pessoas que já passaram por esse mundo. Com ele tinha a sensação tão forte de pertencer a algum lugar, o nosso lugar - aquele espacinho onde nossas estranhezas individuais encontram abrigo. Ele era a meu irmão de coração e de pensamento. E há três semanas tive que lhe dizer adeus bruscamente.

Com a mesma rapidez que uma lâmpada se apaga, toda sua história terminou. Foi uma trajetória muito curta para quem tinha muito mais a fazer, a dizer, mas talvez não a viver. Ele não era meu ídolo à toa. Era corajoso, sem querer ser; generoso além da conta; dono de crenças tão fortes que o moviam para o lado oposto do que hoje todo mundo corre atrás. Uma pessoa rara, um amigo dedicado mesmo estando tanto tempo longe, alguém por quem era impossível não se apaixonar.

Eu ri muito com ele. Falávamos de futuro e Nando sempre me incentivava a seguir como jornalista. Inteligente, articulava seu raciocínio de maneira a te convencer sem que sequer percebesse. Falava de Proust ou de quadrinhos com a mesma ternura.

Não deu tempo de eu me despedir. Nem ninguém. Acredito até que ele nem sabia o quanto era amado ou adorado pelas pessoas com quem já conviveu. Da minha parte, ficou um vazio enorme no lugar que ele ocupava no meu coração. É como se eu estivesse, de novo, sozinha no mundo com as minhas estranhices que só ele entendia. Mas sigo em frente com a certeza de que tive um dos maiores privilégios do mundo em sermos tão próximos.

Se em algum momento eu fraquejar nos meus objetivos, é nele que vou me inspirar para levantar e fazer o meu melhor. A saudade que sinto está aqui para não me deixar esquecer de seguir em frente e tentar ser um pouco mais parecida com você, Nando.

Um beijo meu querido, onde quer que você esteja. Ainda é muito difícil, mas você será de agora em diante a minha inspiração.

10 comentários:

Flávia disse...

Sem dúvida nenhuma alguém que fez uma diferença imensa no mundo e nas pessoas a sua volta. Uma alma linda e um coração gigante. Um vazio na família e a felicidade de saber que pelo menos por um pouquinho ele repartiu tudo de maravilhoso que existia dentro dele com a gente.

Beijos Lucy

Flávia disse...

Sem dúvida nenhuma alguém que fez uma diferença imensa no mundo e nas pessoas a sua volta. Uma alma linda e um coração gigante. Um vazio na família e a felicidade de saber que pelo menos por um pouquinho ele repartiu tudo de maravilhoso que existia dentro dele com a gente.

Beijos Lucy

Cristiane disse...

É, Lu, momentos como estes são difíceis de digerir. Como pode uma pessoa estar entre nós agora e daqui a pouco ir embora, sem se despedir...

Seu primo era do bem e ficará na memória daqueles que um dia foram ajudados por ele, pode ter certeza. Pessoas assim não morrem, apenas dizem até logo! Ele será eternamente lembrado.

Gra disse...

Lu, que emoção. Perder pessoas queridas dói tanto......

MALU, SIMPLES ASSIM disse...

Oi, Lu. Sinto muito pelo seu primo. Pela sua descrição, parece ter sido realmente uma pessoa especial. Que bom que restam lembranças legais para te confortar nesse momento.
Um beijo.

POPI by Paula disse...

Muito triste perder pessoas queridas assim, mas pode ter certeza q ele sabe o qto vc o ama e as suas lembranças são o grande tesouro que ele deixou pra vc!!!
bjus e fica com deus
Paula

D.Ramírez disse...

Lindo esse texto, mas acredito que nãoacabou, não para ele. E se levou a vida aqui, é pq ele fez oq tinha que ser feito. Não sou um espirita, mas acredito nisso. Acredito que ele deu pra vc e seus entes tudo q tinha a oferecer, seja com palavras ou algo mais...
Mas sei como é a perda...uma coisa posso ate arriscar: Ele com certeza está feliz por vc ter acreditado em ser o que sempre sonhou. E isso é gratificante.
Besitos

Chris - da Chria disse...

Oi Lu,
Estou aqui pela primeira vez e adorei o blog de vocês!Sou a Chris da Chria - arquiteta, artista plástica e mãe de 2 fadinhas.
Olha Lu,penso que na vida nada acontece por acaso! Você agora carrega lembranças e um grande valor dentro de você, que é tudo que seu primo representa e foi...Muito lindo ler o que você escreveu!
Não sei se vou ser indelicada, mas tive agora a idéia de te convidar para conhecer um site que tenho, com muita cor! e também meu blog - é alegre e simples. www.chria.com.br
Apareça uma hora pra conhecer ok?! É um convite para as meninas também.
Um forte abraço!
Chris

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Que triste....pela sua descrição ele deve ter sido uma pessoa bem especial, né?
Beijocas,

Lucy Lane disse...

Foi muito difícil dividir esse texto com o blog porque escrevê-lo era mais um passo na concretização da idéia de que ele se foi. As vezes as coisas ainda não fazem muito sentido para mim e quando penso na história ela parece surreal demais para ter acontecido. Mas escrever me ajudou a desabafar. Sempre me ajuda. Obrigada pelo carinho de todos. A vida segue, não é mesmo. Temos que aproveitá-la ao máximo. Nunca se sabe o que nos espera na próxima esquina.
beijos
Lucy